Jul 25, 2016

Resenha: Base Bourjois Healthy Mix (nova fórmula e embalagem)

 photo P1220438_zpsxlr4h4xg.jpg

Oi gente, bom, vou tentar fazer essa resenha o mais curta possível, porque na verdade é só um update. Como o post de resenhas comparativas sobre as bases da Bourjois é, até hoje, um dos mais consultados aqui, resolvi fazer uma nova resenha da Heathy Mix, pois ela mudou de fórmula um pouquinho (quando comprei essa nova tinha acabado de mudar, agora já faz tempo).

Antes a embalagem da Healthy Mix era de plástico e com a tampa preta, e aí agora mudaram para essa de vidro e com tampa vermelha, acredito que para ficar igual à embalagem da Healthy Mix Serum, que já era assim. No começo achei que só tinham mudado a embalagem, mas depois de usar essa nova por um tempo eu acho que mudaram a fórmula também.

Só para recapitular um pouco daquele post, a Heathy Mix era uma base de cobertura média bem decente e acabamento mais fosco mas ainda bem natural, enquanto que a Healthy Mix Serum é uma base de cobertura mais leve e acabamento molhadinho bem bonito. Em termos de controle de oleosidade naturalmente a Healthy Mix na versão normal era superior que a Serum, que é mais hidratante.

Pelo que pude perceber, a fórmula da Heathy Mix nova (que já não é mais tão nova rs) fica entre a antiga e a Serum: a cobertura é boa mas é mais leve que a antiga e o acabamento não é mais tão sem brilho , embora ainda seja mais sequinho que a Serum, especialmente se a pele for naturalmente seca. O controle de oleosidade também acho que caiu um pouco.

Não é que ela é ruim, só não é tão adequada pra mim quanto a antiga, que era mais sequinha. Minha pele acho que está ficando mais oleosa com a idade, aí essa fórmula não me interessa tanto... Também não entendi porque mudar a fórmula pra uma que fica mais parecida com outro produto que você já tem na mesma linha, mas enfim...

Se você tem pele muito oleosa mesmo não recomendo nenhuma dessas duas bases da Bourjois. Peles normais querendo uma base natural mas com cobertura decente recomendo essa nova fórmula da Healthy Mix e peles secas ou pra quem tem pele normal e procura uma coisa mais parecida com hidratante tinto - especialmente quem tem problemas com bases que enfatizam a secura, pele descamando etc - recomendo bastante a Healthy Mix Serum.

Duas camadas da nova fórmula:
 photo P1210160_zpsuzqysm67.jpg

Oct 2, 2015

Resenha: pó Maybelline Pure Makeup

Oi gente, essa é a última resenha de pó, prometo. Na linha do que eu disse no post anterior aqui está um produto simples e efetivo.

A Maybelline descontinuou há um tempo aquele Dream Matte Powder e lançou no mercado brasileiro (nos EUA é um outro, chama Dream Wonder acho) essa linha Pure, que é para peles oleosas. O Dream Matte já era para peles oleosas, até demais, tirava toda a vida do seu rosto e era tão seco que parecia talco puro (esses pós compactos com cor que são para oleosidade geralmente são à base de talco). Também não tinha cobertura nenhuma quase. Apesar de ser um produto não típico pra mim eu gostava dele entre novembro e fevereiro e também acostumei a usar pó matificante pra segurar a base + spray fixador pra tirar um pouco o efeito (mas o pó continua lá).

Esse daqui eu comprei em uma emergência, quando acabou o meu Clarins e eu tava sem $$$ para comprar outro. Aí fui na farmácia e comprei esse. Me surpreendeu, é muito básico e muito bom. Ele tem um tiquinho de cobertura, mais que o antigo, o que eu gosto, e o efeito é matificante mas mais suave também, não te deixa morta. Me lembra um pouco o da Bourjois, mas aquele tem um pouco mais de cobertura e segura menos a oleosidade também, mas ainda é um pó ótimo (marca menos a pele ressecada). Também é leve, pode passar um montão sem prestar atenção que não parece demais (quem se maquia todo dia começa a apreciar essas coisas ahaha).

Recomendo para quem quer um pó simples para dar uma cobertura mínima extra de maneira preguiçosa depois da base ou bb cream etc. (sozinho ele não é nada) e dar uma segurada em tudo. Não é milagroso no controle da oleosidade (o da Nars é mais, mas aí não tem cor, tem que cobrir tudo o que quiser com base e corretivo bonitinho) mas funciona. Continuarei usando, porque eu gosto de ter um pó translúcido, um com cobertura e acabamento mais sofisticado tipo o da Clarins e um basicão (maioria dos dias eu uso o basicão).
 photo P1230061_zpscautckif.jpg
 photo P1230099_zpsmnoye9jn.jpg

Sep 26, 2015

Resenha: Mac Color Correcting CC Powder e um desabafo

Oi gente, estou aqui continuando a saga dos pós (sinto que esse blog é feito de sagas: a saga das olheiras, a saga da pele luminosa, a saga dos pós.... rs).

Dessa vez é mais uma resenha de um produto com o qual me decepcionei. Ele não é um produto ruim em si, mas não funcionou para mim. Bom, apresentando: esse é um pó que a Mac lançou há um tempo atrás como parte da coleção (que faz parte da linha permanente da marca) Prep+Prime CC (Color Correcting), da qual fazem parte outros pós com outras cores consideradas cada uma como corretora de um "problema" específico e também uma linha de CC Creams com as mesmas cores (que antes chamavam Prep+Prime Fortified Skin Enhancer, eu cheguei a resenhar o amarelo aqui).

Estou vendo que esta resenha vai se transformar em uma digressão sobre esses produtos corretores tipo CC Creams e pós coloridos, então antes de começar vou falar brevemente do produto em si: ele é um pó cor roxinha, que serviria para corrigir uma pele sem vida e amarelada (cara de doente), e também como um pó para assentar a base. A qualidade dele enquanto pó para assentar a base, fazer make durar etc. é bem ok: textura boa que deixa a pele sequinha e lisinha (o compacto é um pouco mais pesado que o solto, que se assemelha aos pós de silica) e o controle de oleosidade é ok também; já usei melhores, mas esse também não é ruim.

Agora, sobre o aspecto de Color Correcting, é muito blá. Ele "ilumina" a pele sim (não no sentido de brilho mas no sentido de brightening) mas achei que fica mais esbranquiçada que qualquer outra coisa, e olha que eu sou bem branca. Não consigo imaginar nenhum benefício para nenhuma pessoa, honestamente (me perdoem se alguém amar esses pós, é só minha opinião aqui). Não consigo imaginar como uma pessoa que tem vermelhidão vai se beneficiar mais por um pó amarelo do que por um pó da cor da sua pele com cobertura e acabamento bonitos. Idem para esse roxinho e idem para um pó verde ou pêssego etc... É um produto ok, mas não recomendo no lugar de outros.

Quando começou essa moda e todas as marcas começaram a lançar produtos corretores aí todo mundo ficou confuso e a explicação mais comum era aquela "roda das cores". A teoria de que as cores opostas se corrigem então se você tem vermelhidão use verde, se você tem olheiras use amarelo (o que já está provado que não - é salmão gente, salmão), se você é amarela demais use lavanda, se você por acaso nasceu azul use vermelho.

Olha, na minha opinião 99% das mulheres vai se beneficiar mais de produtos da cor da sua pele, simples e efetivos. Da mesma maneira, acredito que 99% das mulheres vai se beneficiar mais de um protetor solar + uma base simples e efetiva que de um BB Cream com mil funções, as quais ele desempenha todas mais ou menos.

O mesmo aconteceu com a febre dos BB Creams. De repente a solução para todos os seus problemas era um BB Cream. Espinha? BB Cream. Olheira? BB Cream. Manchas? BB Cream. Está solteira? BB Cream. Eu cheguei a escrever em duas ocasiões tentando explicar na prática para que serviam BB Creams e esses produtos de correção: aqui e aqui.

Quem tem algum desses produtos e adora, por favor não fiquem bravas comigo, eu mesma tenho BB Creams e adoro, mas eu também sei o que é e não é real sobre eles e qual função desempenham melhor. Não estou falando de consumidoras como eu e vocês, que são sazonadas na maquiagem. Eu sei o que é possível esperar de um produto e o que não é. Por exemplo, o CC Cream amarelo da MAC eu gosto, mas não porque ele cumpre todas as promessas e corrige vermelhidão etc., e sim porque ele é prático e discreto. As cores roxa e a pêssego por exemplo eu sei que não serve para muita coisa, pois não tem pigmento praticamente.

O que mais me pega (drama) é ver meninas iniciantes na maquiagem orientando seu consumo por essas febres de momento e depois ficando decepcionadas, inevitavelmente. É o que mais vejo: a pessoa procura produtos simples para resolver questões simples (uma base para igualar o tom de pele, um pó para oleosidade, um corretivo para olheiras etc.) e recebe recomendações aleatórias de maquiadores, editores de beleza nas revistas e vendedores. E quando digo aleatória é aleatória mesmo, tipo:

- "ai estou precisando de algo para esconder as minhas olheiras"
- "ah, então experimenta aquele BB Cream da L'oréal, é ótimo!"

- "quero um pó leve só para passar depois da base"
- "ah, então experimenta esse aqui *aponta para uma base em pó da moda* "

Acontece que maquiagem é uma coisa cara e não é como roupa, que a gente experimenta e imediatamente vê que não está bom. Precisa experimentar umas vezes, e aí depois não dá certo e fica encostado te lembrando do dinheiro que você desperdiçou, porque aqui no Brasil não podemos devolver e receber reembolso.

O que eu gostaria de dizer para as iniciantes são duas coisas:

1. Não há solução milagrosa para nada e muito menos um produto que desempenhe 8 funções.

2. Produtos diferentes desempenham bem funções diferentes - e algumas delas são mesmo excludentes entre si, como evidencia a minha busca eterna por um pó que segure bem a oleosidade mas que tenha acabamento luminoso. Não existe "a melhor base", "o melhor pó". O que todo mundo ama e está na moda pode não ser bom para o que você quer. Conhecimento sobre maquiagem não é um monopólio dos maquiadores e blogueiras; é basicamente experiência, auto-conhecimento da pele e pensamento lógico. Com o tempo você vai sacando que tem um denominador em comum entre os produtos que você gosta e também vai sacando o que usar para qual propósito. E também vai sacando das técnicas, que se aplicar uma base com esponja ela fica mais leve que com pincel etc. E, claro, existe a internet, embora a maioria das fontes não explique o básico.

Meus conselhos para ir as compras são: a) ignore absolutamente a publicidade, mesmo b) ignore resenhas que se limitam a dizer "amei" c) Tente ser objetiva e ter clareza sobre o que você quer: você quer um pó para usar depois da base ou sozinho? você quer um corretivo pra usar como e onde? como é sua pele? o quanto você quer de cobertura? e assim vai. Vá na loja e experimente as texturas, não confie só na vendedora.

Aí a pessoa vai dizer: mas então se as coisas são mais simples do que parecem porque você continua experimentando produtos ad infinitum? Se eu for sincera comigo e com vocês, a resposta é: por lazer. A moda me angustia, não sei fazer nem uma trança, não jogo video games, eu gosto de maquiagem. Eu gosto de experimentar produtos, mesmo já sabendo mais ou menos o que funciona.

Como sempre, isto tudo é apenas minha opinião.

 photo P1200481_zpsb2071a0e.jpg

 photo P1200495_zpsb5be2589.jpg

 photo P1200544_zps7ebf0cf7.jpg

Sep 24, 2015

Resenha: Nars Light Reflecting Pressed Powder

Oi pessoal, continuando com a fase pós, aí vai mais uma resenha de um produto que funcionou pra mim :)

 photo NarsLightPowder5_zpsvzof2yoi.jpg

Vou começar dizendo que estou adorando este pó, mas ele requer alguns cuidados na aplicação para que o rosto não fique muito mais claro do que é quando bate a luz.

É um pó à base de silica, como a maioria desses brancos translúcidos (Mac, Make Up For Ever etc.), mas que deixa a pele mais luminosa que os das outras marcas, que costumam deixar a pele sem brilho (eu gostava bastante do da Too Faced pois tirava o brilho mas era mais suave que o da Make Up For Ever, que pro meu gosto deixa meio morto o acabamento). Ele tem particulas de brilho mas elas são quase imperceptíveis. O efeito luminoso é como se fosse um iluminador suavizado mil vezes (deu pra entender? ahaha). Pro meu gosto não dá pra usar ele de iluminador não, é suave demais pra isso, mas como pó eu adoro.

Outra coisa é que ele segura a oleosidade e suor etc muito bem. Preserva mesmo a maquiagem, recomendo para pessoas de pele oleosa que querem preservar a base intacta por umas boas horas, mesmo no verão. Isso meu surpreendeu, pois por ser um pó de efeito iluminador eu não estava esperando, mas é ótimo!

Ele tem o problema de deixar o rosto mais claro, mas não é a mesma coisa que os das outras marcas, com os quais isso acontece em fotos com flash e fica umas manchas brancas mesmo, onde tem pó demais (alguém lembra da famosa foto da Nicole Kidman?). Nunca entendi porque as pessoas aplicam tanto a ponto disso acontecer (estamos falando de maquiadores profissionais aqui, afinal), porque esses pós de silica precisa usar tão pouco, muito menos que um pó normal.

Voltado ao pó da Nars, o que acontece é que ele reflete mesmo, suavizando poros e linhas de expressão e tals (suaviza mesmo), mas se usar demais o rosto todo fica mais claro quando bate a luz e geralmente contrasta com o pescoço. E aí é que entra o problema da versão compacta - é tão invisível que quando você passa o pincel no pó parece que não está saindo nada, mas na verdade está, e aí a gente acaba exagerando porque quer ver o pó no pincel. Eu aprendi a lição costumo usar muito pouquinho e verificar se aplicou suficiente passando o dedo, porque fica lisinho e sequinho. Mas quando acabar esse eu vou comprar a versão solta, porque dá pra controlar melhor.

Por essas razões de refletir a luz eu costumo usar ele apenas no nariz, testa e embaixo dos olhos (das olheiras até o ossinho da bochecha). Porque o estranho é quando o rosto todo fica mais claro,  não tem problema se o centro tiver um pouco mais claro (só lembrar da técnica de contorno extrema da Kim Kardashian - evidente que ela faz de propósito e ilumina meeeeesmo o centro do rosto com corretivos mil, o que não é o caso aqui). Mas enfim, só uma dica.

Aliás adoro ele como pó para assentar o corretivo das olheiras! Muito bom pra isso. Eu costumava ter um problema com o pó da Make Up For Ever porque ele era ideal pela leveza e por não acumular (característica de todos os pós de silica) mas matificava e isso acentuava a olheira cansada. Aí depois de passar corretor (salmão) e corretivo o negócio ia lá e estragava tudo (drama). Por outro lado quando usava pós faciais normais eles acumulavam e pesavam (drama de novo). Aí com esse pó da Nars isso se resolveu porque ele é leve, invisível e luminoso, recomendo!

Foto do efeito concentrado (passando bastante):

 photo P1180668_zps9f9b0aeb.jpg

 photo P1190530_zps0c0e40a2.jpg

Sep 19, 2015

Resenha: Clarins Ever Matte Powder

Oi gente, seguindo com as resenhas de pó agora vou falar de um que deu certo pra mim. Deu tão certo que a esta altura estou terminando meu segundo (estas fotos para este post estão prontas faz séculos rs). É bem mais fácil falar de um produto que você gosta do que um que não deu certo (especialmente quando um monte de gente ama o que você não gostou), então essa resenha será mais curta que a última.

Dentro daquela minha procura por um pó que segure a maquiagem e ao mesmo tempo tenha um acabamento mais luminoso/acetinado (ou no mínimo que não matifique a ponto de eu precisar me encher de Fix + depois), esse pó da Clarins  foi um dos melhores que testei.

 photo P1180260_zpse89798d6.jpg

 photo P1180296_zps6e90cb09.jpg

Ele tem uma cobertura boa mas que não pesa (pode passar bastante que não fica estranho) e o acabamento também é muito bonito, verdadeiramente acetinado - nem luminoso demais (não tem nem sinal de particula de brilho viu, independente da luz) e nem totalmente matificanteÉ como se fosse uma versão mais acetinada e sofisticada do pó Healthy Mix da Bourjois, que também tem cobertura boa, só que é ligeiramente mais matificante (embora não tanto quanto o Dream Matte da Maybelline, que segura super bem a make mas deixa você com cara de morta de tão mate rsrs) e um pouquinho mais pesado (embora não considere ele um pó pesado de verdade, é que o da Clarins é bem leve mesmo).

No quesito segurar a oleosidade eu acho que ele é bom, mas não a ponto de poder ser usado especificamente para isso, tem outros pós que seguram mais (como o Mac Blot ou o da Maybelline), embora não tenham o mesmo acabamento bonito. Se sua pele é muito oleosa mas ao mesmo tempo você é que nem eu e não gosta de pó que tira muito a vida do rosto, eu recomendo investir num primer matificante bom (recomendo o Porefessional da Benefit ou o matificante da Smashbox) para usar por baixo. Assim o primer segura o óleo mas não interfere em acabamento porque está por baixo de tudo.

Mas para mim que tenho pele normal esse da Clarins funciona bem e a make dura 8h tranquilamente em dias normais (excessão apenas para os dias ultra quentes e úmidos em que eu costumo usar primer). 

 photo 3fee4acd-9d29-4c04-8ae7-06876e6df189_zpso84q2o38.jpg

Na foto abaixo dá pra ver o acabamento acetinado bem, mas não aparece tanto a cobertura pois fiz o swatch em pele sem base, aí o pó não adere tanto. Normalmente ele tem mais cobertura que isso. Ele é semelhante ao Stay Matte but Not Flat da NYX, um dos meus pós preferidos, pois também tem acabamento lindo (acetinado também, mas mais luminoso que o da Clarins). Mas, apesar de ser lindo, o da NYX segura menos a make, recomendo para peles normais a secas apenas -tem resenha aqui.

 photo P1190450_zps776cb410.jpg

 photo NYXStayMatte2_zps281dd3ab.jpg